MICROFICÇÕES E FILMES

O André gosta muito de ler e escrever mas tem um problema: é pouco disciplinado e preguiçoso para manter esse gosto. Por causa disso, quando descobriu a microficção até 150 caracteres decidiu que esse seria o melhor caminho. Diariamente obriga-se a sentir-se inspirado para escrever uma dessas histórias pigmeu vagamente inspiradas em cenas ou personagens da história do cinema.

  • O calor da sala era muito e a quantidade de turistas que tiravam fotografias também. Estava a ser penoso recriar a personagem de um criado em Downtown Abbey.

10350515_931038526981895_3595936845466765549_n

 

  • O meu vizinho não queria acreditar na proposta que aquele desconhecido do Norte Expresso lhe estava a fazer. “Crisscross, você mata o meu pai e eu mato quem você quiser”. O que ele não imaginava era que o meu vizinho já conhecia aquela história. Tinha visto o filme de Hitchcock vezes sem conta.

criscross

 

  • Depois de perder o filho que esperava Eva foi comprar um bonsai . Afinal de contas sempre era mais seguro do que ter um filho de James Bond.
  • Hillary Clinton disfarçava com um sorriso plástico o enjoo com as coreografias e piruetas que John Travolta a obrigava a fazer na pista de dança. Maldito donativo da Cientologia!
  • Depois de ver O Renascido, o meu tio não foi capaz de voltar ao seu trabalho de tratador de ursos do jardim zoológico.

o renascido

 

 

Advertisement

Deixe aqui o seu comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s