A CIGANA ANARQUISTA NASCE EM LEIRIA

O Rui já está tão enjoado com a coleção de possíveis candidatos presidenciais que aparecem diariamente que nem me perguntou para quando era a mudança.

Passou logo à questão que o irritava e  enviou-me isto.

fotografia (1)

 

Diz que quer tentar vender esta espécie de banda desenhada/ tira non sense a um jornal de Leiria, para desistir do trabalho na livraria e dedicar mais tempo à atividade sindical. Tem esperança que esta seja uma ferramenta eficaz para passar a mensagem anarco-sindicalista.

Disse-lhe que era tudo demasiado óbvio, o gato aburguesado que prefere ficar sem fazer nada do que tomar uma posição, e a anarquista (porquê cigana?) com atitude mas a querer ser chefe. Não era uma contradição com a ideologia anarquista?

Ele estranhou a minha falta de sentido de humor e reforçou que a minha resposta nem parecia vinda de um neto de um anarquista. Percebi que não valia a pena insistir e prometi-lhe que podia publicar a cigana anarquista neste blog enquanto não passar para os jornais, o que só irá acontecer no dia em que deixar de gostar de comer chocolates.

Sugeri-lhe para ele insistir  nos temas que interessam à região em vez destes temas nacionais que já todos estamos cansados de ouvir. Duvido que me ouça. Por enquanto parece que vamos ter por aqui durante um tempo a companhia da cigana anarquista e do gato Tareco.

 

Advertisement