Absolvição -série norueguesa

serie-absolvicao

André está cheio de vontade de visitar Suécia, Dinamarca e Noruega desde que começou a seguir as séries nórdicas. Com uma aposta em intrigas bem urdidas e interpretações vivas, estas produções têm contribuído para aumentar o prestígio da credibilidade destes países do norte europeu. Tudo começou com a primeira ministra de Borgen, e continuou sempre em território sueco ou dinamarquês . Desta vez Absolvição chega da Noruega. A vila protagonista e o seu cenário de montanha tem tanto de belo como de claustrofóbico.

Tudo começa quando a única grande empresa da terra entra em falência, quando é comprada por um grupo da Malásia que, por acaso, é presidido por um filho da terra. O problema é que ele saiu de lá há mais de 20 anos depois de ter sido acusado de assassinar a namorada, o que nunca veio a ser provado em tribunal.

Mas, disso importa, já que no julgamento popular, e na presença imponente da mãe da vítima, foi ele o culpado do crime. O mais interessante é que na realidade fica sempre a incerteza sobre se foi ele o culpado ou não, e é sempre ambíguo o papel das inúmeras personagens que participam nesta teia.

Advertisement