PAULO CUNHA E SILVA E A POLÍTICA CULTURAL

O Rui está irritado com as surpresas da vida. “Numa área onde o número de autarcas que sabem aplicar uma política cultural é tão reduzido, logo havia de desaparecer Paulo Cunha e Silva, que em 2 anos soube fazer isso de uma maneira exemplar”. Soube reativar a cultura e os agentes culturais, dinamizar, colocar em rede figuras e instituições que já não se lembravam bem o que isso era, e sobretudo a vitalidade de trazer sempre ideias novas e estabelecer compromissos entre o que era institucional e o arrojo e a novidade. Sabia como ninguém marcar presença ativa nas redes sociais. Tudo isto foi conseguido em apenas meio mandato autárquico, ficamos irritados ao imaginar o que podia ter sido feito se ele por cá andasse mais tempo

Não há pessoas insubstituíveis, mas, Paulo Cunha e Silva soube aplicar da melhor forma a ideia e a vontade (quase inédita) de um presidente de câmara que queria colocar a cultura como uma das prioridades do seu programa político.

ng5136803

Advertisement

Deixe aqui o seu comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s